Nossa história:

O Setor de Arquivo da Secretaria Executiva de Comunicação da Unicamp (SEC) é composto por um acervo formado desde 1976, quando foi criado o Laboratório Interdisciplinar para a Melhoria do Ensino e Currículo (LIMEC), vinculado ao Instituto de Matemática, Estatística e Ciência da Computação (IMECC), que em 1979 passou a se chamar Laboratório Interdisciplinar para a Melhoria da Comunicação. Devido a demanda de atendimento por várias unidades da Unicamp, em 1982 o LIMEC foi separado do IMECC e, pelo crescente volume de produções educacionais e científicas em vídeo, foi institucionalizado em 1985 como Centro de Comunicação (CCO). Assim, já com um importante acervo audiovisual histórico incorporado que continha os acontecimentos importantes da Universidade e também a evolução das técnicas científicas na área de tecnologia e saúde, as atividades do Centro de Comunicação se expandiram para a produção de vídeos de cunho científico para serem divulgados através da concessão que os canais pagos na década de 90 davam às universidades na época. Assim as produções em vídeo a partir de 1997 passaram a ser exibidas no Canal 25 da Net Campinas.

Atendendo ao crescimento da demanda televisiva, em abril de 2000 foi criado o Canal Universitário (CNC), canal 10 da NET Campinas, do qual o Centro de Comunicação passou a fazer parte, representando a Unicamp na produção de Programas para TV de conteúdo didático e científico.

Com a expansão de suas atividades, em 2004, o Centro de Comunicação passou a se chamar Rádio e Televisão Unicamp (RTV), difundindo ainda mais sua produção audiovisual e incrementando o acervo com os Programas de TV, Programas de Rádio, os Registros de Eventos e os Vídeos Institucionais sob demanda. O conteúdo deste acervo, a partir da criação da RTV, foi migrando do formato analógico para o digital, tentando acompanhar a evolução das mídias audiovisuais.

Em dezembro de 2016, foi criada a Secretaria Executiva de Comunicação (SEC), formada pela união da Assessoria de Imprensa da Unicamp e da Rádio e Televisão  Unicamp.

O acervo da Assessoria de Imprensa da Unicamp (ASCOM):

Formado a partir de 1980, ano de criação da unidade que era subordinada ao Gabinete do Reitor. A missão da ASCOM é intermediar as relações entre a UNICAMP e a mídia (jornais, revistas, rádio, TV etc.), atendendo assim à demanda externa gerada pelos veículos de comunicação e gerando conteúdo informativo de interesse da universidade. Promove também a divulgação científica e tecnológica de âmbito acadêmico em todas as áreas do conhecimento com objetividade e clareza informações de interesse da comunidade acadêmica. É responsável pela organização do Portal da Unicamp, pelo Jornal da Unicamp e pelos canais oficiais da universidade em todas as mídias sociais. O acervo da ASCOM é riquíssimo em material textual e fotográfico que permite a pesquisa da evolução da ciência, da tecnologia em geral e da história da Unicamp.

Foi assim que o acervo da SEC cresceu e passou a gerir também os documentos de arquivo, fruto das atividades-fim da unidade  – textos jornalísticos, vídeos, áudio e fotografias – produzidos por estas duas áreas de comunicação  da Unicamp. Toda a documentação está disponível para a pesquisa.

Dia e horário de atendimento:

De segunda à sexta-feira das 8h30 às 17h.

Pesquisa:

O acervo da Secretaria Executiva de Comunicação (SEC) pode ser consultado através do link:

https://acervo.sec.unicamp.br/buscar.php

Endereço:

Secretaria Executiva de Comunicação (SEC)

Arquivo e Documentação – piso térreo

Avenida Albert Einstein 901

Cidade Universitária Zeferino Vaz – Barão Geraldo – Campinas –

São Paulo – Brasil

Cep: 13083-852

Telefone (19) 3521-2428

Email: acervo@sec.unicamp.br

Termo de Utilização de Imagem:

Será enviado através do email: acervo@sec.unicamp.br

Acervo sob custódia:

Banco de Imagens Ambientais (BIA)

Formado por 49 horas de imagens gravadas em padrão profissional no formato Betacam, feitas durante a Eco 92, este acervo está dividido em 16 grupos temáticos. As milhares de cenas revelam desde o cotidiano dos grandes centros urbanos com problemas deocupação desordenada, poluição do ar, da água, da pobreza, até as riquezas da Mata Atlântica, passando por imagens sobre pesquisa, ecoturismo, educação ambiental, manejo ambiental, fiscalização, entre outros. A Mata Atlântica e seus ecossistemas associados, sua fauna, flora e as riquezas culturais, sociais, históricas que se somam ao patrimônio natural da floresta constituem a principal parcela desse acervo.

O Banco de Imagens Ambientais (BIA) está sob custódia do Arquivo desde 2001, ainda sob a gestão do Centro de Comunicação. As imagens foram cedidas por seus produtores para a Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo em 1992. Em 1993, formalizou-se o convênio Unicamp-Secretaria do Meio Ambiente para montagem deste banco de imagens. Nesse mesmo ano, o acervo foi deixado no Arquivo do então Centro de Comunicação com a finalidade de armazenagem em ambienteclimatizado para fitas de vídeo. Em 1998, foi concluído o Catálogo do Banco de Imagens Ambientais sob a coordenação de Paschoal Dias Neto. Atualmente, este acervo está digitalizado e preservado no Arquivo da SEC.

Critérios para utilização das imagens deste acervo:

Com relação aos direitos autorais, é obrigatória mediante assinatura de Termo de Utilização de Imagem , a citação dos créditos nos seguintes termos: “Banco de Imagens Ambientais/InstitutoFlorestal/Secretaria de Meio Ambiente do Estado de SãoPaulo/Centro de Comunicação/Secretaria Executiva deComunicação da Unicamp.”

    Fale conosco


    Av. Albert Einstein, 901 - Cidade Universitária 'Zeferino Vaz' - Distr. Barão Geraldo - Campinas - São Paulo - Brasil
    CEP 13083-852 - F. (19) 3521-2072 - Fax (19) 3521-2905 - email: informatica@rtv.unicamp.br